8 razões pelas quais ninguém usa seu aplicativo

8 razões pelas quais ninguém usa seu aplicativo

Todos aplicativos, sem exceção, são desenvolvidos com o sonho de que milhões de usuários os usem no seu dia a dia. Com a experiência que tenho adquirido no Achou APP, um produto da Fábrica de Aplicativos e que possui milhares de usuários ativos, fui entendendo algumas razões e pontos cruciais, que apesar de não serem parte de uma fórmula de sucesso, são com certeza uma lista para evitar o fracasso. E cá pra nós, é muito triste quando ninguém usa o app que você fez com tanta dedicação!

Mesmo depois de constatar isto, ainda estava com um “pé atrás” para falar do assunto, já que o Achou não teve, AINDA, milhões de acessos. Porém me vieram a cabeça alguns apps que possuem um tráfego desse tamanho (Ligado no ENEM e Escolhi Esperar) e fui averiguar se o que pensei realmente era verificado nesses aplicativos. E adivinhem? OH YEAH!

#1 Não entender o público-alvo (ou nem o conhecer)

Na minha opinião este é o principal motivo. Até porque você vai ver que algumas das outras razões estão diretamente ligados com esta. Se você não souber quem são as pessoas que vão usar o seu app, você não saberá do que eles precisam. Na maioria das vezes eles não sabem do que precisam até que você mostre pra eles! O problema e a solução servem para um certo tipo de público, pessoas REAIS!

No Achou, sei que os usuários são pessoas entre 15 e 45 anos, que passam em média 3 horas e meia por dia no celular, os quais 70% usam Android e por aí vai…

#2 Resolva um Problema –> Tenha uma Solução

Se o aplicativo não estiver resolvendo o problema do seu público-alvo você é que vai ter acabar tendo um, zero chance de usarem seu app. No caso do Ligado no Enem, que tem como público os jovens estudantes do ensino médio brasileiro, se as vídeo-aulas não solucionassem o problema do aluno, que é aprender o conteúdo que cai no exame nacional, o aplicativo não estaria sendo usado ou nem teria sido baixado. Portanto, este item só será resolvido caso você domine muito bem a razão número 1. A solução deve ser indispensável e que chame a atenção do usuário alvo.

#3 Não pergunte a opinião dos seus amigos

Esta dica vem direto do Tomer Sharon, do Google. Ele diz que se você perguntar pra sua mãe, ela dirá que a sua ideia é ótima, pois ela é sua mãe. Se você falar com seus amigos, eles podem até não gostar, mas vão fingir que sim! Então esse tipo de opinião é viesada! Então não tome como base a opinião de ninguém que possa ter este tipo de viés! O pessoal da minha equipe sempre fala que meus posts estão ficando cada vez melhores… haha

#4 Ao invés de ouvir seus usuários, observe-os

É errado ouvir os seus usuários. O certo é entendê-los, observá-los. Claro que é importante ter o feedback deles pra saber o quão satisfeitos eles estão com o app. Mas o comportamento deles é que vai dizer realmente o que eles precisam.

Quando mostrei um o app do Achou, observei que muitos tentavam clicar em alguns textos em negrito, partes que mereciam destaques! O que fiz? Pedi que substituíssem os textos por botões para que o usuário fosse direcionado para a informação que ele queria! O número de acessos por usuário aumentou 25% no primeiro mês!

#5 Você deve testar as suas hipóteses (ou a mais importante)

Uma hipótese sem validação chama-se suposição. Você deve validar a sua hipótese e a única forma de fazê-lo é colocando-a pra funcionar. Divulgue o app para alguns usuários alvo e veja sua reação. Isto servirá para todo o processo, para cada alteração. Se você altera o layout do aplicativo e o uso dele cai 50%, a sua hipótese estava errada. Corrija e siga em frente.

#6 O seu design é horroroso?

No post 7 dicas para criar um aplicativo profissional o item 1 é sobre a aparência. Se app for feio, esquece! Eu deleto na hora! A beleza gráfica é extremamente importante, mas o design não é só aparência. Você deve pensar na experiência do usuário. Ele ser lindo é uma obrigação, porém oferecer uma navegação simples, em que o usuário não se perca é para poucos. Entender os passos do usuário nas telas do app é algo que você não deve deixar de fazer!

#7 O seu conteúdo não é relevante

Sabe quanto tempo eu demoro pra escrever um post? Mais de 2 dias! Vocês não são bobos. Eu sei que se meu conteúdo for um lixo e não servir de nada para os usuários da Fábrica, eu vou acabar perdendo leitores!

O mesmo funciona para um aplicativo. Se eu tenho um App “Notícias do Tricolor” (Vamos São Paulo!!!) e aparecer uma notícia que o “Curinthia” ou o “Parmera” contratou um jogador X, porque eu voltaria a acessar este app? Deu pra entender, certo? Tenha um conteúdo importante e que faça a diferença, não adianta encher a linguiça! Além de tomar seu tempo, será algo inútil e que só vai fazer com que você perca usuários!

#8 Não basta ser bom. Tem que aparecer

Isso é uma triste realidade para quem acha que só pelo fato da ideia ser boa o aplicativo vai ser baixado. A divulgação é MUITO IMPORTANTE! Se não souber fazer bem, algo pode parecer óbvio, me escute, não é. Mas como é um tópico interessante e que agrega muito valor, vou deixar para outro post, já que este aqui já ficou gigante e quero que vocês continuem visitando o nosso blog!

Mais uma vez espero ter ajudado! Comentem, critiquem, elogiem. Pois asim como um app, um blog também tem que ter um conteúdo relevante para quem o acessa e se o conteúdo estiver fraco, eu preciso saber! Um grande abraço!

Hugo Yang

PS:  Se você for empreendedor, vendedor, sem medo de bater perna e deseja aumentar a sua renda e quiser fazer parte da rede de apps que mais estimula as economias locais, me mande um email com [ACHOU] no título para hugo.yang@fabricadeaplicativos.com.br.

2 Comments
  • Rodolfo Falconi
    Posted at 5:44 PM, 24/07/2014

    Boa tarde

    tive uma ideia de fazer um app, e gostaria de informação sobre orçamento.

    att

    • Posted at 5:14 PM, 25/07/2014

      Olá, Rodolfo.

      Infelizmente nós não desenvolvemos aplicativos customizados. Se você precisar de uma empresa para desenvolvimento, sugiro que você entre em contato com joao.misko@mowa.com.br, uma empresa parceira que presta este serviço.

      Obrigado! Grande abraço!