Como uma indicação me rendeu R$ 1.590,00

Como uma indicação me rendeu R$ 1.590,00

Muito se fala em técnicas de vendas, em formas de fechar mais negócios e truques para ganhar dinheiro online. Acho isso lindo mas hoje vim te lembrar de uma coisa básica: existe MUITO dinheiro FORA da internet.

Pergunta pra você: Se precisasse vender 10 novos aplicativos até o final do mês, o que você faria? Colocaria um anúncio no jornal da cidade, criaria um site cheio de páginas explicando porque você é bom em criar Apps ou montaria um plano de negócios com 30 páginas pesando os prós e contras da decisão?

Antes de responder me lembrei de uma história que se passa no interior de São Paulo.

Contam que um rapaz entrou na igreja pra se confessar e conversando com o padre, diz:

– Padre, eu pequei. Dormi com uma mulher casada. Sei que ela tem o hábito de fazer isso mas eu me arrependi e vim falar com o senhor.

E o padre, surpreso:

– Com quem foi isso, meu filho? Foi com a Dona Esmeralda, da farmácia?

– Não, seu padre, imagina!

– Foi com a Antônia, esposa do Miguel da oficina?

– Que isso, padre… não posso contar quem foi.

O padre muito curioso tentava descobrir de todo jeito:

– Então foi com a Flávia, da padaria?

– Padre, o sr. vai me desculpar mas não posso contar com quem foi. É segredo.

E saiu da igreja sem nem esperar pelas penitências. Já do lado de fora ele encontra um amigo que pergunta:

– E aí, se confessou e conseguiu o perdão pros seus pecados?

E o rapaz, cheio de malícia, responde:

– Não deu tempo! Mas recebi três dicas quentíssimas!

Vender-ou-prestar-serviço-e1405736389578

Não sei o que vai funcionar pra você na cidade onde você mora mas vou te contar o que funciona pra mim aqui em Guarulhos, SP. Se quiser dicas “quentes” de onde procurar novos negócios, fale com as pessoas certas.

Há algum tempo eu estava nessa situação: Tinha começado a vender apps, não sabia bem como isso funcionava e minha taxa de sucesso ainda era muito baixa. Eu havia vendido dois aplicativos, para um restaurante e para uma pizzaria. Batia em algumas portas mas não conseguia vender.

Talvez você passe por isso e vai se lembrar de mim. É terrível – as vezes as coisas simplesmente esfriam e você fica sem saber onde conseguir clientes.

Não se desespere e siga uma dica antiga do mundo de vendas: cave no próprio quintal. É isso mesmo. Em vez de sair pela cidade como um andarilho perguntando se alguém quer comprar de você, procure negócios dentro da sua própria rede de clientes.

Semelhante atrai semelhante. Já reparou? Geek anda com geek, esportista com esportista. Depois que você fechar um ou dois negócios com comerciantes da sua cidade adivinha pra quem deveria pedir indicações de novas vendas? (Quem respondeu “padre” pode parar por aqui rs)

Peça indicações pros seus próprios clientes! Aposto que eles tem contato com outros empresários da cidade e, se você fez um bom trabalho, vão te indicar outros nomes.

Esqueça a ideia de que é preciso ser amigo íntimo de alguém para pedir uma indicação. Existe até um estudo que fala sobre o “poder dos laços fracos”. Dá um Google. Os 10 primeiros e-mails que chegarem pra mim explicando o que é isso vão ganhar uma consultoria grátis sobre o aplicativo criado aqui na Fábrica. Então manda bala e vai criar App!

Voltando… peça indicação de nomes de pessoas que se interessariam pelos seus serviços. Não custa nada pedir isso aos seus atuais clientes e você ainda pode chegar no novo cliente com a conversa:

“- Olá, fulano! Estou ligando porque acabei de falar com o dono da Mecânica Zero Bala, meu cliente e seu amigo/tio/conhecido. Eu sou o responsável pelo aplicativo de celular da oficina dele e ele acha que seria interessante a gente conversar. Posso passar aí amanhã, depois do almoço pra gente bater um papo? Quero te mostrar uma ideia.”

Só isso. Esse é o segundo contato de vendas mais poderoso que eu conheço. Conto qual é o primeiro no próximo artigo.

Depois que um contato desse é feito você só precisa chegar no possível cliente na hora marcada e se apresentar. A porta já foi aberta. Diga quem é você e o que faz. Mostre o aplicativo que você fez pra pessoa que o indicou e sugira criar um App de amostra pra empresa que você está visitando agora. Com o tempo isso se torna simples e automático.

Como falei, eu estava nesta situação, de ter que pagar algumas contas e não tinha todo o dinheiro. Procurei o dono de uma pizzaria que havia comprado um App meu e disse: “- Vem cá, você conhece alguém que gostaria de ter um App desses?”

Perguntei por perguntar, conversa de balão, entre uma mordida na pizza e um gole de refrigerante.

Pra minha surpresa meu cliente respondeu: – Conheço! Procura o Miguel da pizzaria La Torres. Ele tem duas pizzarias e sempre investe em ideias novas. Diga que o Foguinho indicou você.

Dá pra acreditar? A partir de uma única pergunta descobri um cliente novo que não tinha uma mas DUAS pizzarias. E estava aberto a inovar.  Anotei o telefone da pessoa, liguei e agendei pra semana seguinte. Exatamente como expliquei logo acima.

Precisei fazer 3 visitas antes de fechar o negócio. Da primeira vez agendei e o dono não estava na hora combinada. É comum acontecer isso em lugares onde o dono é quem resolve tudo. De uma hora pra outra ele precisa sair e quem fica no lugar não tem poder algum pra conversar com você.

Da segunda vez que fui até esse cliente mostrei o aplicativo que havia feito pra primeira pizzaria que me indicou. Eles fez várias perguntas sobre o que era possível fazer e o que não era. E disse que ia pensar.

Liguei dois dias depois e agendei uma visita. Cheguei com valores anotados num papel, mostrei tudo novamente pra ele, fotos, app, como salvar, como compartilhar o aplicativo. Ele gostou e fechou o negócio.

Em 5 minutos transferiu o dinheiro pra minha conta: dois apps vendidos a partir de uma indicação e 3 visitas. Levei 10 horas para montar cada um e isso me rendeu R$1.590,00.

É possível faturar milhões vendendo pela internet, mandando e-mails, criando vídeos e blogs? Sim. Muita gente faz isso. Mas deixo essa dica pra você: se estiver procurando uma forma de fazer dinheiro nos próximos 10 dias e a situação esteja apertada, pense seriamente na criação de apps como alternativa pra pagar as contas. Se você usa WhatsApp e está lendo isso de um computador já tem tudo que precisa pra começar.

Um grande abraço e muito sucesso pra você!

Alexandre Lima – Colaborador do Blog da Fábrica
Apper Certificado

rp.alexandre@gmail.com

3 Comments
  • Valmir
    Posted at 10:45 AM, 13/07/2015

    Legal! Parabéns Alexandre pela sua perseverança e por compartilhar suas idéias e práticas de como vender apps.

    Obrigado e muito sucesso

  • Posted at 6:58 PM, 05/08/2015

    Ola Alexandre,parabéns por suas dicas,eu sempre trabalhei com vendas e aprendi qu enquanto o clinte não disser onze vezes não voçê ainda tem como vender para o mesmo.Abraço

  • junio marketing
    Posted at 2:15 PM, 16/08/2015

    Ideias inovadoras estão ás portas!!! Precisamos usar o teu exemplo para que estas idéias tomem corpo!