Como escolher o meu público-alvo?

Você já se perguntou quem é o seu público? Quem são as pessoas que utilizam o seu produto ou o seu serviço? Se você ainda tem essas dúvidas ou não, vale a pena ler este post, pois nele vamos falar sobre como conhecer e escolher o seu público-alvo. Essa é uma das principais perguntas que você deve se fazer e vamos te ajudar a chegar na melhor resposta.

 

Imagina a sua empresa querendo atrair e conquistar um maior número de clientes e você pensa em fazer uma campanha nas redes sociais, por exemplo, um post patrocinado no Facebook. Você precisa saber se o seu público utiliza essa rede, se a maioria é homem ou mulher, qual a idade, onde reside, o que gosta de fazer nas horas livres, quais lugares prefere viajar, e por aí vai.

 

Você sabia que uma propaganda na TV é feita depois de muita pesquisa de mercado e entendimento do target de determinada marca? Essa marca certamente vai divulgar para quem ela sabe que vai comprar o seu produto, então ela vai entender primeiro o que esse público assiste, quais canais, se é TV aberta ou fechada, qual horário, se é mais homem ou mulher, qual a idade e qual a classe social.

 

Depois de todas essas informações, a propaganda será veiculada para o público-alvo correto.

 

Agora imagina se nesse exemplo acima a marca não tivesse feito essa pesquisa e divulgasse onde achasse que seria o melhor canal? Com certeza, eles estariam perdendo tempo e muito dinheiro, pois iriam falar com as pessoas erradas, no lugar errado. A comunicação não seria efetiva e o produto seria um fiasco de vendas, pois a marca não soube divulgar para quem iria usar e comprar o seu produto.

 

Abaixo citaremos 3 dicas para ajudar a definir o seu público:

 

# 1 – Como olhar/definir o público-alvo

 

O iFood, por exemplo, é uma marca que conhece claramente o seu público. Os anúncios são feitos na TV paga, em jogos de futebol americano ou qualquer outro esporte americano, na hora do almoço ou do jantar. Eles sabem que o público que assiste esses programas gosta de pedir comida, de preferência fast food, tem cartão de crédito e usa celular.

 

Ou seja, eles entendem quem consome o produto, quais os locais que eles frequentam, o que gostam de comer, qual o melhor horário, opções de lazer, etc.

 

Dessa forma, definimos bem a estratégia de como é importante conhecer e saber o perfil do seu público.

 

# 2 – Facilita construir personas

 

As características comuns entre os seus clientes pode originar na criação de um personagem fictício do cliente ideal, mais conhecido como Persona. Mas há uma diferença entre público-alvo e persona, pois o primeiro é uma parcela da sociedade que se enquadra no perfil do seu cliente, seja homem ou mulher, dentro de alguma faixa etária e social, estado civil, habilidades, objetivos, etc.

 

A persona é um personagem que você cria para a sua empresa, baseando-se em dados, as características são mais definidas e ele é um cliente ideal para a sua empresa, por exemplo:

 

– Público-alvo: homens e mulheres, de 18 a 25 anos, solteiros, graduados em comunicação, com renda de até R$ 5 mil, residentes em SP e viajam com frequência.

 

– Persona: João tem 21 anos, mora em SP, é solteiro e recém formado em comunicação. Sua renda é de R$ 3.500, mora sozinho, estuda inglês, adora viajar e conhecer pessoas de vários lugares do mundo.

 

A criação de uma ou mais personas é muito importante para você saber exatamente com quem está falando, quais ações fazer para aquele público específico. Resumindo, criar personas para a sua empresa é uma das ações mais assertivas de marketing digital para o seu negócio. Você vai saber exatamente com quem falar!

 

# 3 – A importância de conhecer melhor o seu público

 

Existem diversas formas de conhecer melhor o seu público e uma delas é o Google Analytics, pois através dele você consegue saber quem visitou o seu site ou determinada página, e conhecer o perfil:

 

  • se é homem ou mulher
  • idade
  • estado/país que tem mais acessos
  • o dia da semana e o dia do mês mais acessados
  • acesso pelo celular ou computador
  • por qual link o usuário chegou no seu site
  • se foi por busca orgânica no Google ou por um link específico direcionado a ele
  • entre outras.

 

Estas informações são extremamente importantes e mostram por qual caminho seguir.

 

Além de configurar o seu site com o Analytics, como falamos acima, você também tem outras opções de como criar campanhas para entender quem se interessa pelo seu produto, tentar captar cada vez mais contatos através de mailing, onde você pode ter acesso ao email, telefone e dados gerais de determinados clientes para enviar e-mail marketing.

 

E até mesmo criar um app na Fábrica para divulgar a sua marca através de um aplicativo para o seu público e ele ter as suas informações na palma da mão.

 

Compreender quem é o seu público é fundamental para traçar os objetivos da empresa, pensar em novos produtos ou serviços e em métricas para atrair novos clientes. Além de definir algumas peças importantes como: quem, quando, onde e como, falar, comunicar e conquistar o meu público.

 

Lembre-se, se você não entender e definir quem é o seu público-alvo, certamente, o caminho vai ser bem mais difícil.

 

E não se esqueça, você pode configurar o Google Analytics no seu app criado na nossa plataforma. Basta ter um plano pago e seguir o passo a passo do tutorial da nossa central de ajuda.

 

 

Abraços,

Thammy Ramires

 

 

 

 

 

 

Veja também:

 

App feito na Fábrica de Aplicativos desbanca Uber e Spotify

5 tendências no mercado de aplicativos

7 razões para criar um app para o seu negócio

Mas, afinal, quanto custa um app?

4 apps incríveis feitos na Fábrica de Aplicativos

 

 

 

2 Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website