ASO – O Guia definitivo para otimizar seu app na Play Store e App Store

Confira os fatores que farão o seu app decolar nas lojas de aplicativos!

 

ASO é a melhor forma para você aumentar os downloads e adquirir o maior número de pessoas possíveis para seu aplicativo, e isto de forma orgânica e escalável. Com 4 milhões de apps para Android e iOS nas lojas, você precisa aprender estratégias para colocar seu aplicativo à frente dos concorrentes.

 

Neste artigo, você aprenderá como posicionar e aumentar a visibilidade do seu app com 18 pontos críticos a serem considerados na hora de publicar o seu aplicativo e depois que ele já estiver publicado.

 

São inúmeras as formas de você divulgar o seu aplicativo, seja no boca a boca, criando um site para o seu app ou até mesmo usando as mídias sociais, porém nenhuma delas terá uma relação de custo benefício tão boa quanto o ASO. Não perca tempo e com 15 minutos de leitura você vai ser tornar um expert em otimização nas lojas de aplicativos.

 

O que é ASO? E por que é relevante?

 

ASO é a sigla para App Store Optimization, otimização nas lojas de apps, em inglês.

 

Nada mais é do que o processo para aumentar a exposição e visibilidade do seu aplicativo e expandir as chances de descoberta pelos usuários na Play Store, loja do Google, e na App Store, loja da Apple.

 

Apesar de possuírem diferenças, as duas lojas possuem algoritmos que avaliam automaticamente os aplicativos e dependendo da pontuação do app nestes quesitos, ele será ou não destacado dentre os outros 5 milhões de aplicativos.  

 

 

Semelhante ao SEO, que é o termo para a metodologia para fazer com que o seu site apareça organicamente antes de seus concorrentes no Google, Yahoo ou Bing, o ASO serve para posicionar melhor o seu app para Android e iOS quando as pessoas estiverem navegando e pesquisando apps nas lojas.

 

Impressionante que em 2016 foram mais de 149,3 bilhões de downloads de aplicativos, mas você sabe como as pessoas descobrem novos apps? Abaixo está um gráfico produzido pelo Kissmetrics e Apptentive, que traduzimos e redesenhamos, sobre como as pessoas encontram e descobrem novos aplicativos:

 

Grande conclusão: posicionar o seu app nas lojas é crucial já que 62,25% dos usuários descobriram navegando nas lojas de aplicativos e que 32,65% estão nas categorias mais populares ou melhor classificados.

 

Não é o foco deste post e falaremos disso em outras oportunidades, mas é super interessante ver que a segunda maior origem de descobertas de aplicativos é através da indicação de amigos e familiares.

 

Confira agora quais são os 18 fatores que farão o seu app ter mais sucesso na Play Store e App Store.

 

ASO

 

A nossa pesquisa sobre ASO foi extensa e dentre todos os artigos e conteúdo, uma das abordagens que mais gostamos foi encontrada na Medium e foi escrita pelo Swaroop S., onde ele sugere separarmos o ASO em duas grandes categorias:

 

  1. ASO 1 – antes de publicar o seu app
  2. ASO 2 – depois de publicar o seu app

 

Abaixo os pontos que são levados em consideração nos dois momentos:

 

ASO 1: antes de publicar seu app

 

1- Nome ou título do app

 

Certamente o nome será a porta de entrada para o seu app conquistar ainda mais downloads e é um fator primário na hora que o usuário realiza uma pesquisa na barra de busca das lojas de apps.

 

Claro, se você estiver fazendo um app de um negócio já existente, o nome deve representá-lo e deverá estar alinhado com a sua marca, mas não deve ser a única coisa a ser considerada.

 

Uma palavra certa a mais no título do seu app e isso pode significar o sucesso. Pesquise termos e palavras que os usuários possam estar procurando. Uma boa forma de ver a demanda por buscas é o Google Trends.

 

 

Veja na imagem acima o jogo, Walking Dead: Sobrevivência. Sobrevivência é um termo que jogadores de games procuram, pois é um tipo, um estilo de jogo e isto aumenta muito sua probabilidade de ser achado por quem prefere esta modalidade de game.

 

  • cuidado com o tamanho do nome, são 50 caracteres na App Store, enquanto a Play Store limita você a utilizar apenas 30 caracteres
  • Na hora da busca, os usuários verão apenas os dez primeiros caracteres do nome do seu app. Veja se vale a pena uma palavra a mais no título
  • pesquise quais são os apps concorrentes que aparecem quando você busca o nome do seu app ou termos. Preste atenção se já existem apps com o nome que você pensou, as lojas podem retirar e suspender seu app caso considerem um plágio
  • não utilize nomes grandes ou difíceis e evite acentos, hífen, underline e outros caracteres
  • o nome deve ser fácil de lembrar e de se pronunciar, assim os usuários vão ter menos risco de baixar outro app e fica mais fácil a divulgação boca a boca

 

2- Ícone ou Logo

 

O ícone ou logo do seu aplicativo é tão importante quanto o seu nome. Ele será a sua identidade para o usuário ou até mesmo a rapidez que ele o identifica todas as vezes que acessa a tela inicial do celular.

 

A primeira impressão é a que fica. Se o seu ícone estiver em baixa resolução, mal feito e com uma identidade fraca, isto vai reduzir as chances do usuário confiar no seu app e poderá afastá-lo.

 

Qual ícone vocês preferem? Qual remete mais confiança e profissionalismo?

 

 

  • tenha um ícone com um design profissional e de alta resolução
  • evite textos e coisas que possam atrapalhar ou confundir a visualização
  • é importante ter uma coerência entre o ícone e as cores do app
  • se alterar o ícone será necessário atualizar o app nas lojas
  • as resoluções exigidas são diferentes nas lojas. Na Play Store é 512×512 px e na App Store 1024×1024 px
  • na App Store, o ícone é arredondado nas pontas e na Play Store, não. Para ter uma melhor visualização em ambas as lojas, o ideal é fazer o ícone com as bordas arredondadas
  • não utilize logo parecido com alguma marca famosa, pois correrá o risco dele ser rejeitado ou suspenso pelas lojas

 

3 – Palavras-chave

 

Depois do nome do seu app, o fator mais relevante para o usuário descobrir seu app nas lojas são as palavras-chave.

 

Antes de pensar nas palavras-chave que você vai usar, faça um mapeamento do volume, relevância e dificuldade. Não se esqueça de pensar no que o seu potencial usuário poderia estar buscando nas lojas. Existem algumas ferramentas para ajudar neste caso, como a Tune ou a Sensor Tower.

 

Procure investir em palavras que tenham um bom volume de busca e baixa concorrência.

 

Encontre aplicativos semelhantes aos seus, bem posicionados em ASO e veja as palavras que utilizam.

 

  • se possível, utilize 5 palavras no máximo
  • utilize palavras-chave na descrição do app também
  • é importante manter uma relação entre as palavras-chave, a descrição e o nome do app
  • faça um teste das palavras que escolheu e pesquise os termos nas lojas. Veja quantos apps aparecem e quais palavras esses apps utilizam
  • separe apenas com vírgulas, sem dar espaços, para aproveitar ao máximo o número de caracteres permitidos

 

4 – Imagens e screenshots – parte I

 

Se o ícone é a primeira impressão, os screenshots são a segunda. Usualmente os desenvolvedores utilizam as telas de captura do seu app.

 

Imagens sempre falam mais que palavras. Menos de 10% dos usuários das lojas de apps abrem toda a descrição do aplicativo antes de baixá-lo, mas mais de 50% abrem as telas de screenshots.

 

Tente usar capturas de telas que vão mostrar rapidamente quais são os grandes benefícios do seu aplicativo, use bem as imagens. Você pode tratar as imagens e inserir textos nestas telas, mas tome cuidado para não deixar poluído. Deixe limpo e claro para o usuário.

 

  • insira todas as imagens, isso faz com que a loja posicione melhor o seu app. Na Play Store você pode inserir 8 imagens e na App Store, 5
  • destaque nas telas as funcionalidades mais incríveis do seu aplicativo, isto o tornará mais sexy para o usuário
  • é interessante inserir pequenos textos junto com as screenshots para mostrar ao usuário o que cada funcionalidade traz, veja o exemplo do Snapchat

 

 

  • se o app tiver diversos idiomas, a loja permite que você faça capturas de telas diferentes e é importante, caso os screenshots tenham textos
  • as imagens precisam ser visíveis e ter uma boa qualidade de resolução. Lembrem-se da boa impressão
  • não queremos ser chatos, mas cuidado, não utilize marcas famosas nas imagens, pois o app pode ser rejeitado pela loja. Já vimos um app de uma Loja de fantasia ser suspenso, porque tinha um Mickey Mouse nas imagens do app e a Disney denunciou como uso não autorizado de marca registrada

 

5 – Vídeo de demonstração

 

Este talvez seja um item que a maioria dos desenvolvedores de apps acreditam ser apenas algo luxuoso ou até desnecessário. Mas nós acreditamos que não. Se você adicionar o vídeo, o seu app estará melhor qualificado do que os outros.

 

Com um vídeo demonstrativo, os usuários poderão entender facilmente sobre o que é o seu app, o que acaba gerando mais credibilidade antes mesmo dele baixá-lo. Claro, se o seu app for uma solução, como o Google Drive, nada mais justo que mostrar como o usuário vai interagir no aplicativo. Quem pode entender mais de ASO do que o próprio Google?

 

Durante as nossas pesquisas para elaborar este guia, um dos vídeos mais sensacionais que vimos foi o do jogo Super Mario Run, da Nintendo. O vídeo do app publicado no Youtube, e vocês podem conferir aqui.

 

 

  • o vídeo deve ser curto, no máximo 1 minuto, mas lembre-se de ressaltar as principais funcionalidades e diferenciais do seu app
  • incluir vídeo nas screenshots faz com que o posicionamento do seu app também seja elevado
  • a Play Store permite que você adicione um vídeo do Youtube, curto, mas que mostre exatamente como o seu app funciona. Isso aumenta e muito a visualização

 

6 – Descrição do app

 

Você terá duas descrições na Play Store, uma curta de 80 caracteres, e uma maior de 4000, já na App Store, da Apple, tem apenas uma descrição de 4000. Apesar de não ser menos relevante que título e as palavras-chave, a descrição é importante, pois é onde você também poderá angariar novos usuários através das pesquisas nas lojas ou na web.

 

Na descrição mais curta, na loja do Google, use uma frase que diga sucintamente o que o seu app se propõe a fazer para o usuário. Já na de 4000 caracteres, saiba, um ou outro usuário vai ler até o final.

 

Use no máximo 2000 caracteres, mas não deixe de citar as principais funcionalidades do seu app e colocar termos que você acha que os usuários buscarão, ou pesquise no Google Trends.

 

 

  • insira uma boa descrição. Isso fará toda a diferença!
  • utilize palavras-chaves como a do nome do app, se tiver nas imagens
  • mostre o valor do app ao usuário, benefícios e funcionalidades
  • apenas as primeiras linhas aparecem na descrição logo de cara para o seu usuário, utilize palavras atraentes para fazê-lo clicar no “saiba mais” e ler a sua descrição completa
  • se o seu app já saiu na mídia, por exemplo, acrescente essa informação na descrição para passar ainda mais credibilidade aos seus usuários
  • atualize a descrição quando atualizar a versão do app

 

7 – Categoria

 

Sugerimos sempre que você escolha a categoria que está mais ligada com o propósito do seu app. Porém, existem categorias em que a concorrência é maior e outras menor, categorias com mais downloads do que outras.

 

Vale a pena navegar nas categorias das lojas e ver exatamente qual seria a perfeita para o seu app. Existem categorias especiais, como mais populares ou mais baixados, e falaremos melhor disso na segunda parte do guia de ASO.

 

  • mais de 50% dos usuários baixam aplicativos diretamente das categorias
  • a categoria vai definir a opção de busca quando o usuário for procurar o seu app na loja
  • se o usuário ainda não conhecer o seu app, uma outra forma dele achá-lo na loja é através da categoria. Ou seja, se ele quiser baixar algum jogo, ele vai clicar em “jogos” e aparecerão as opções para ele
  • a categoria precisa estar relacionada com o app. Por exemplo, se ele for um app de restaurante, a categoria precisa estar ligada à comida, restaurante, etc

 

8 – Posicionamento geográfico

 

Na hora de publicar o seu app, a loja vai te dar a opção de escolher em quais países você quer distribuir o seu aplicativo. E isto é muito importante. Tivemos um caso na Fábrica de Aplicativos onde um usuário criou um app de guia turístico de uma cidade no nordeste brasileiro, mas que os hóspedes do hotel não encontravam o aplicativo.

 

Não é porque estamos no Brasil que o seu app deve ser distribuído apenas aqui. O problema do desenvolvedor é que os estrangeiros, ao virem ao Brasil, não acessaram necessariamente a loja de apps brasileira.

 

  • é importante colocar o app visível para todos os países, caso tenha usuários fora do Brasil
  • existem outros países que falam português, é válido selecionar todos
  • existem países com mais competição do que outros em termos de apps, por exemplo, no Brasil, a média de apps instalados por celular é 30, na Argentina, 20

 

9 – Site de desenvolvedor

 

É essencial que você tenha um site de desenvolvedor. São 2 opções para você inserir na hora de publicar o seu app. Não é nada difícil, já que temos centenas de plataformas de criação gratuita de sites.

 

O primeiro site para inserir nas lojas é o site do desenvolvedor, onde você pode facilmente criar uma landing page do seu app para promovê-lo. O segundo é o site de suporte e de termos de uso, onde as lojas pedem que você torne claro os termos do seu app.

 

  • um site vai trazer mais credibilidade para o seu futuro usuário
  • tenha uma política de uso clara e deixe exposto na hora de publicar o seu app

 

ASO 2: Depois da publicação

 

10 – Imagens e screenshots – parte II

 

Você não deve se preocupar com os screenshots apenas antes de publicar o seu app. Você deve ficar atento e mantê-lo sempre atualizado, para não gerar uma desconfiança ou até uma sensação de erro para o usuário.

 

  • não deixe de atualizar as telas com o design atual do seu app
  • você pode usar comentários de usuários e ter um social proof
  • se lançar uma nova funcionalidade ou um benefício que acredite ser mais incrível que os anteriores, não deixe de trocar as imagens
  • as lojas podem te advertir caso haja uma grande discrepância entre as capturas de telas e o conteúdo ou design atual do aplicativo

 

11 – Número de downloads

 

Quanto maior o número de downloads mais relevante o seu app será para as lojas. Um dos momentos que isto conta é quando o usuário pesquisa um termo na busca e aparecem os apps sugeridos, veja no exemplo abaixo, apenas digitamos “quer” e já apareceu como sugestão o app “Querida Ansiedade”, com mais de 1 milhão de downloads nas duas lojas.

 

 

Além dessa vantagem, quem nunca acessou a seção de apps mais populares, baixados, grátis, pagos ou por categorias?

 

Pois é. Se o seu app tiver muitos downloads, ele aparecerá nas principais seções da Play Store e App Store e isso aumentará muito a visibilidade do seu aplicativo.

 

  • procure sempre aumentar o número de downloads e isso começa com amigos e familiares
  • dependendo da categoria, 100 mil downloads já serão suficientes para colocar seu app como os mais baixados

 

12 – Quantidade e qualidade de classificações

 

Assim que publicar o seu app peça aos seus amigos e familiares uma força com o seu app. Isso mesmo. A nota do seu aplicativo além de posicioná-lo melhor perante os outros apps, também vai trazer credibilidade para os outros usuários.

 

Claro, a ajuda dos mais próximos é para dar um início, mas é extremamente importante que você tente manter a sua nota sempre acima de 4. Você pode pedir para que seus usuários avaliem o app, mas sugerimos que faça isso depois da segunda versão.

 

 

  • nota 1 ou uma estrela, na maioria das vezes, é porque o app não funciona
  • bugs e problemas podem também fazer o usuário avaliar mal o seu app
  • não engane os usuários, fale exatamente o que o seu app faz antes deles baixarem
  • normalmente as avaliações mostram o índice de satisfação dos usuários com o app
  • atualize as suas versões e veja o efeito nas avaliações

 

13 – Quantidade e qualidade dos comentários

 

Quanto maior o número de comentários melhor o app será posicionado nas lojas. Isso mostra que os usuários têm engajamento com a proposta da solução.

 

Mas pode ser que o app esteja uma droga e todo mundo esteja reclamando. Assim, um outro fator importante é a qualidade dos comentários. Você já deve ter ouvido aquela frase “melhor a qualidade, do que a quantidade”, não é verdade? Nos comentários das lojas isso não é diferente.

 

É claro que é essencial o seu app ter vários comentários e todos eles positivos, mas mais que isso é esses comentários terem qualidade.

 

 

  • encoraje aqueles amigos que avaliaram o seu app a comentarem e postarem elogios
  • encoraje mais ainda amigos ou parentes a comentarem, três não é suficiente, alcance 50, no mínimo
  • resolva rapidamente os problemas apontados nos comentários ruins, os usuários normalmente voltam atrás e reconhecem a melhoria no app
  • atualize sempre que puder a versão do app e faça uma comunicação com os usuários através da sua base de dados de login e cadastro
  • avaliações com comentários têm mais peso

 

14 – Resposta aos comentários

 

O tópico 14 é simples e direto. RESPONDA A TODOS OS COMENTÁRIOS! Positivos ou negativos, a sensação de que o desenvolvedor se preocupa com os usuários e os coloca no centro de seus objetivos é um diferencial.

 

As lojas não o deixa impune se você ignorar os usuários, seu posicionamento será pior, caso não responda aos comentários.

 

 

  • seja rápido na resposta dos comentários
  • responda com educação e propositivamente, ou seja, concorde com um bug e diga que farão algo a respeito ou agradeça com um elogio
  • responder pode evitar que o usuário desinstalem o seu app
  • esclarecer uma dúvida ou algo pode fazer que o usuário altere a avaliação do app

 

15 – Número de instalações e desinstalações

 

Você certamente já baixou algum app, que achou que fosse ser útil naquele momento e quando achou que ele não teria mais utilidade ou que estava ocupando muita memória do seu dispositivo, o desinstalou, não é verdade?

 

Todos nós já fizemos isso ao menos uma vez. E para quem tem um app publicado isso, infelizmente, não é nada positivo. Por isso é importante ficar atento a esses números e tentar sempre se aproximar mais dos usuários do seu app.

 

Estas estatísticas podem ser obtidas diretamente na sua conta de desenvolvedor ou você pode instalar a ferramenta do Google Analytics no seu app e ter mais informações ainda.

 

  • conserte os bugs e problemas do seu aplicativo, isso evita desinstalações
  • atualize com novidades e novos benefícios
  • envie notificações push e lembre seu usuário que ele tem vantagens ao usar seu app
  • pense na eficiência, eficácia e o tamanho do seu app. Se ocupar muita memória ou exigir muito do processador, ele será um dos primeiros a serem apagados

 

16 – Taxa de crescimento de instalações 30 dias

 

Você tem acesso a esses números dentro da sua conta de desenvolvedor ou no Google Analytics. Então, é possível mensurar a quantidade de instalações que o seu app teve nos últimos 30 dias.

 

Depois que o app é publicado, as lojas levam alguns dias para disponibilizarem esses números. E, depois de um mês completo, você consegue acompanhar a evolução através de um painel, onde é possível selecionar 30 dias ou mais.

 

Aqui o grande objetivo é chegar nas categorias mais populares. Diferentemente dos mais baixados, onde conta o número total de downloads, nos mais populares, as lojas consideram os últimos 30 dias.

 

  • menos é mais. Ao invés de fazer pequenas divulgações todos os meses, busque planejar e fazer uma grande divulgação
  • pesquisas afirmam que a taxa de instalações pode aumentar 500% se estiver nos mais populares

 

17 – Frequência de uso e taxa de retorno Cohort – coorte

 

A frequência com que as pessoas utilizam o seu aplicativo mostra a importância do seu app no dia a dia. A taxa de coorte é a métrica para mostrar qual a porcentagem de usuários que acessaram o seu app no dia 1 e voltaram nele.

 

Por exemplo, a taxa de coorte do app do Facebook é de 98% no trigésimo dia. Ou seja, se 1000 pessoas acessaram o app no dia 1, 980 acessaram o app pelo menos uma vez novamente em 30 dias. Se o app for acessado regularmente, com certeza será melhor ranqueado.

 

  • atualize sempre o seu aplicativo e insira novidades e melhorias
  • faça uma estratégia de envios de notificações push e traga os seus usuários para o seu app novamente
  • não deixe de fazer uma estratégia de marketing, seja inbound ou outbound, para trazer os usuários de volta

 

18 – Divulgação / backlinks para seu app

 

Backlink nada mais é do que um link do seu aplicativo que está divulgado num site ou num app.

 

Por exemplo, se o seu app for do seu negócio, uma cafeteria, por exemplo. Então um blog especializado em café faz um artigo e coloca o link do seu app disponível para as pessoas clicarem e baixarem o seu aplicativo. Isso contará na hora de ranquear o seu app.

 

Posts em redes sociais como Facebook, Pinterest e Twitter também contam como backlink.

 

  • peça a amigos e familiares para divulgarem o link do seu app
  • faça parceria com influenciadores do seu ramo ou segmento para divulgarem os seus apps
  • tenha uma presença forte em redes sociais

 

Conclusão

 

À primeira vista, o ASO pode parecer um monstro de dezoito cabeças, mas é uma questão de costume e prática. Em breve, você perceberá que é uma receita a ser seguida e que existe um padrão.

 

O melhor é que o sucesso do seu app depende de você.

 

A maioria das pessoas acha que deve investir um caminhão de dinheiro em divulgação, mas o básico, que é posicionar melhor o seu app onde as pessoas o procuram, acaba sendo esquecido ou mal feito.

 

Conseguiram aprender como decolar com o ASO?

 

Dúvidas, sugestões e críticas são sempre bem-vindas. Comente abaixo.

 

 

Hugo Yang e Thammy Ramires

 

 

 

Fontes: Kissmetrics, Medium, Apple Developer Community, Google Play Developer Console & Support, Tune e Business 2 Community.

 

8 Comments
  • Posted at 5:44 AM, 06/08/2017

    adorei o post excelente 🙂

  • Posted at 5:53 AM, 06/08/2017

    muito bom mesmo

  • Posted at 5:54 AM, 06/08/2017

    artigo de qualidade

  • Christian Freitas
    Responder
    Posted at 4:19 PM, 07/08/2017

    Muito bom o post!

  • Posted at 12:31 PM, 10/08/2017

    Muito bom o artigo e propagação de conhecimento explicada por vocês! Com certeza ficará muito mais facil tanto para quem ja conhece da área quanto os empreendedores iniciantes em nossa área.

    Parabéns e continuem assim!

    Um viva a nossa parceria!

    Forte abraço,

    Rigel A.
    RX Brasil

  • Posted at 1:57 AM, 22/08/2017

    Adorei o conteúdo muito bem explicado

  • Posted at 4:04 PM, 02/09/2017

    Post muito simples e muito explicativo, parabéns ganharam um fã.

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website